" Pais e Filhos I e II "




Quando me sinto sozinho
um relâmpago reverbera meu caminho
e o som do trovão reinventa
cheiros e sabores de um tempo de menino
em que voava no colo de papai.

...


--------------------Relâmpago, trovão e chuva.
--------------------Pai, avô e filho.
--------------------Unidos pelo tempo
--------------------na vontade do Deus Vento.


18 comentários:

Wania disse...

Nelson

Tempestade de Amor!!!


Linda foto, linda poesia e mais lindo ainda é amor que une!

Bjinhos

tonhOliveira disse...



TRI o lindo, legal!

a pai xonante, emocionante imagem!


3 abraços!

Fouad Talal disse...

lindeza de foto e poema Nelson!

marca indelével da vida multiplicada.

Grande abraço!

Sr do Vale disse...

Cara de um...........

Poeta Mauro Rocha disse...

Que bela homenagem e que trio!!

Parabéns pela sua familia.

Um abraço!!

M.PAUMARCH disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M.PAUMARCH disse...

Felicitats,amic, per aquest pare i aquest fill tan saludables i simpàtics.

Uma abraço catalâo.

Salvador.

MANOEL disse...

Linda foto e bela família. Valeu Nelson. Parabéns.
Um abração e felicidades pra todos nós, afinal quem cria é sempre o pai, o resto a gente deixa pra lá rsrsrs. Leonam Sairaf Amil.

tonhOliveira disse...



Ah! PAIxão!

aPAIxonanate!

Primeira Pessoa disse...

foto significativa.
trindade. tríade.
parabéns.
r.

Lara Amaral disse...

Adorei a foto!

Sempre bom te receber em meu Teatro, Nelson!

Beijo carinhoso em ti.

Luiza Maciel Nogueira disse...

Muito prazer e se pai for feliz dia! Bela homenagem aos pais.

Bjs

Lua Nova disse...

Que linda homenagem, que chuva boa de sentir na pele e guardar na memória... e ainda encarar o Tempo e viver, a três, a sensação de eternidade.
Gostei muito do seu blog.
Convido-o a conhecer o meu e, aproveitando o friozinho que faz por aqui, tomaremos um chocolate juntos.
Uma semana linda pra vc.
Beijos.
Seguindo...

Juan Moravagine Carneiro disse...

Andei meio ausente nos últimos dias, mas agora estou voltando

abraços!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Te avô-lume há pais e filhos... :D

Cristiana Fonseca disse...

Que linda homenagem.
Belo poema.
Feliz dia dos pais atrasadíssima.
Abraços,
Cris

Sr do Vale disse...

Gostei pra caramba Nelson.
Que belo resgate......

Senhora Loirinha Má disse...

Ae, tivesse o primogênito junto e ia ser uma xerox atrás da outra...rs