" BEIJO "




...quando o amor transforma as raízes em cobras apaixonadas...

7 comentários:

Wania Victoria disse...

Bonjooouuuur, Rodin!


A arte imitando a vida ou a vida imitando a arte?


Não bastasse o significado da cena, captado lindamente pelo sensibilidade do teu olhar, a Natureza escreveu o recado: "A"mor!



Gros bisou, de Camille... rsrsrs!


PS: estava sentindo falta das nossas brincadeiras dos beijos, meu amigo querido! À bientôt! :)

Dalva disse...

Afinal, as cobras também amam...

Luiza disse...

o encontro das raízes :)

beijo

Wilson Torres Nanini disse...

há muitas letras, sílabas, verdadeiros poemas escritos esperando para ser lidos, de peito aberto.

tonholiveira disse...



cOBRAs!

:o)

Lilazdavioleta disse...

Gosto , gosto , gosto .

Bem haja quem sabe " ver " a natureza .

Um beijo ,
Maria

L.Reis disse...

...e nada definiria melhor a essência de um beijo...