CIDADE das CACHOEIRAS

“Campo Místico”
Tem em seu lugar
Várias cachoeiras
Umas lindas
Outras maravilhosas
E outras especiais
Pra todos os gostos
Fica em Minas
Mas pertinho de Sampa
Lá na fazenda
Toma café , Toma vinho, Toma cachaça
Tudo lá tratada
Feita com carinho
Sem dizê
A comidinha mineira
Feita usando esmero como tempero
Lá na fazenda
A gente acampa
Fazenda do “Zé Roberto”
Figura ilustre
Daquelas que dá impressão
De ter saído de literatura inventada
Tamanha sabedoria que tem
“Sabe, Zé Roberto é pessoa que fala com os olhos e ouve com a alma”
Lugarzinho bão demais.




Algumas fotos pra comprová:

"esta, especial"


















15 comentários:

Nadezhda disse...

As fotos dizem tudo!

Faz tempo que não viajo. E preciso, mas preciso para um lugar assim, pra relaxar um pouco! Esquecer um pouco do que tem na 'vida real'.

Um belo lugar ;)

Senhora Loirinha Má disse...

Quando o poema não é letra, é imagem. E não têm nada de bobos, nem mesmo quando você o denomina assim. A carne é de peixe do mar. Melhor. Agora preciso de subwoofer italianos. Saber que porra é porcupine. Ouvir Steve. E outros blues e tais. Voltar mais vezes aqui. Linkar. Postar o poema do mar antes de pedir permissão. Até a onda voltar. Olhos verdes da morte é? Humpft. Pois sim. Viva!

Noslen ed azuos disse...

É um prazer você estar aqui...e digamos que como premio você pode tudo que quiser, gloriosa 'senhora Loirinha Má'.

‘A única diferença dos seus olhos ao do mar, é a vida, o verde é o mesmo’.
bjs
NS

Sr do Vale disse...

Legal, mas várias fotos não estão abrindo de jeito nenhum no meu micro, já tentei várias vezes e não deu certo.

Abraços.

Senhora Loirinha Má disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Senhora Loirinha Má disse...

Eu tinha escrito "rebeldes" errado,com um "E" a mais, por isso deletei meu coment. Seguinte: algumas fotos rebeldes aqui também não se abrem, o que no meu caso, que sofro da conexão da PODRAM (rs) não é nem parãmetro....rs. Não era o caso de flicar as fotenhas e despues mandar um link básico para nosostros?

Xangô disse...

Como tudo que é bom os seres humanos vão atrás,estou sempre a procura da Meca!!!Muito bacana e Parabéns pela sua sensibilidade.
OBS:Nunca pensei que uma mixirica me diria tantas coisas e suposições somente ao observa-la pela sua lente!!!
Abs Noslen!!
Xangô.

Oliver Pickwick disse...

Isto sim, é que um texto verdadeiro, não limita-se somente às palavras, porém, mostra a "prova do crime".
Lugar paradisíaco, hein?
Um abraço!

P.S.: Quanto ao xadrez, jogo apenas contra o computador. Utilizo o Chessmaster versão 9.0, o qual, acredito, em complexidade e inteligência artificial, é o melhor simulador de xadrez do mundo. Por enquanto, não sou nenhum Kasparov, estou apenas no grau 1800.
Escrevi lá no blog do Sr. do Vale a respeito do seu(dele) "mocó", conforme você disse. Na próxima ida à São Paulo, faço contato e, como disse ao Sr. do Vale, faremos umas jam sessions.
Também sou tolero Roberto Carlos nos primórdios.

Oliver Pickwick disse...

corrigindo, "só tolero".

Oliver Pickwick disse...

"Apoena" é sobrenome de um amigo, médico, e ex-integrante de um time de futebol de salão em que jogávamos juntos. Eu na defesa, e ele, dizia-se "atacante". Ruim de bola de doer, além de não ter nenhum preparo físico. Quando gritávamos cá de trás: "marca a saída de bola deles, Apoena!" Ele tinha sempre a mesma resposta: "não tenho condições físicas, já estou com um gosto de sangue na boca". Até hoje tiramos o seu couro por conta disso.

Tia Zulmira disse...

uhuuu, tô ná area!! e daqui não saio mais!tô amando os textos e as fotos, claro!mais tu é um artista de mão, digo, olho cheio, hein?congratulations again!

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, boa sequência de fotografias...Espectacular !
Obrigado pela sua visita e suas palavras no meu blog.
Um abraço

Acordomar disse...

Que belissimas fotos. Parabens.
Eu adoro fotografia, se quizer podes ver a minha galeria em :
http://www.panoramio.com/user/1293069

Beijinhos*

D.e.s.b.ú.r.u.r.u disse...

Y.M.!!! Sds.

As fotos são maravilhosas como tantas que já ví em sua casa ou em outros locais nos quais vc já postou.

O que me deixa com lágrimas nos olhos é que ao vê-las, constato que já faz um tempão que não vou pra B.B. ou como chamada antigamente de Campos Místicos, e tô com uma saudade gritante do Zé, da Dna Laura e do povo de lá.

Da Cachaça de Guabiroba, do Vinho, do Leitão a Pururuca, do Camping com as barracas no campo de futebol, das cantorias e mais do que isso, ouvir as histórias que agora falam de mim, sobre um tal bezerrinho que estava querendo ir embora antes do tempo.

Vamos combinar de voltar para lá no próximo verão!!!???!!!???...

Y.M.!!! Abs.

Anônimo disse...

Como cidadã e moradora de Bueno Brandão, fico feliz em ver q nossas belezas naturais estão sendo mais valorizadas por turistas do q pelos próprios moradores.......ACORDA BUENO BRANDENSES............