"S/A Laboratório"


Cego das paixões

Ciente das revelações

Construo meu abrigo

Sob o céu.


Reparto meus pertences

Entrego tudo aos ventos

Fico apenas com minhas dúvidas

Elas ainda não são minhas certezas

Não posso dá-las.


Monstruo meus pensamentos

Misturo perfumes, elixir

Deixo dormir no relento

Na lua cheia

Coloco em frascos

Escrevo poção

Poção do amor

S/A laboratório.

15 comentários:

Nadezhda disse...

E depois disso tudo, podemos construir um abrigo até mesmo sobre o céu!

;)

Auréola Branca disse...

Vim agradecer-te a comentar no meu blog. Obrigada, Nelson. Poucos homens possuem sensibilidade tal como vc.
E deixo aqui uma frase que ainda ecoa em mim "Monstruo meus pensamentos". Costumo fazer isso sempre.
Abraços...

sinhã, a. disse...

monstruar pensamentos: delícia. :-)

Renata Cordeiro disse...

Interessante a forma como vc se define. Adorei seu blog e, em especial, esse post. Vamos trocar visitas? Vá ao meu: wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não tem ponto depois de www
Um abraço,
Renata Cordeiro

Auréola Branca disse...

Volto aqui para dar-lhe um presente.
Nelson, vc foi escolhido entre alguns por passar o maior sentimento valioso que possuímos- o amor.
Aceite o que está a esperar-te, no meu blog.
Abraços.

Lyra disse...

Quando tiveres a certeza de que essa poção resulta...dá-me o segredo, sim? (risos).

Um excelente fim-de-semana para ti.

Beijinhos e até breve.

;O)

Crisfonseca disse...

Que lindoooooo, adoro teu blog
Super beijos,
Cris

mariam disse...

...a lua cheia em frascos... tão bonito!
misturada deve dar um bela poção...

bom fim-de-semana
um sorriso :)

PS.obrigª pela visita

mariam disse...

...a lua cheia em frascos... tão bonito!
misturada deve dar um bela poção...

bom fim-de-semana
um sorriso :)

PS.obrigª pela visita

L.Reis disse...

Alquimista da vontade...apenas buscando um fugaz momento pefeito

philó disse...

A quem dar as nossas certezas senão à nós mesmos? Mas certezas? Possuímos tal poder? Ou vivemos numa "doce ilusão" de a possuirmos?
você é um "belo" poeta.

PS: eu te amo!!

Oliver Pickwick disse...

Novo layout, blog violeta. A cor dos místicos.
Um laboratório existencial, onde os princípios de Lavoisier, Newton, Rutheford, Mendell, geralmente não se aplicam. És o único "cientista" de si próprio. Seja cuidadoso nas "dosagens", pois, elas, além de si, também afetam aqueles que o cercam.
Um abraço!

O Profeta disse...

Obrigado pela visita caro amigo...o seu espaço tem uma força especial...


Abraço

Tia Zulmira disse...

o quê é a vida senão um laboratório né?
ei tô esperando ocê no tia zulmira, e faz propaganda d'eu pra essa galera hein?
beijão!

Helen Dante disse...

Essas alquimias me fascinam, pisciano!! E adorei ler esse seu poema, estou me sentindo aqui perfumada por vc!! bjo.