"ÁRVORE DA VIDA"

Este texto é de tempos idos, tempo este quando eu adolescente curava minhas angustias em meio da natureza; a exaltação e o respeito pela natureza beirava ao misticismo ‘sentia a respiração da natureza como um todo e eu fazia parte dela, virava índio’, há uma frase proferida por uma grande companheira que sintetizava estes momentos.Ela me disse um dia:
“-as pessoas dizem que sou louca por conversar com as árvores, mais louca quando com as pessoas”.


Este texto em dois tempos, foi feito em meados de 1980. Minha filosofia de olhar a natureza me ensinou o amor de rio, de terra, de ar e tudo mais que envolve a vida; espero que gostem.



I

O céu azul pintado
Nuvens brancas mudando
O sol dando cores às coisas.
Oh! Árvore, seus extremos explodem em flor.
E sua expressão amor volta quase a ser semente que era, ‘e o vento virou perfume’.
O pensar inexiste e o ser também, tudo é a imagem da flor...amor.
Vento...Vento.
Flor, portas que transitam abelhas.
Pétalas, janelas que se abrem borboletas.


II.

Germinou no útero da terra.
À magia da vida fez-se protegida
pela mãe natureza.
Fusões de fogo, água, terra e ar
fizeram-te erguer.
Brotou para o sol como se fosse outro sol.
Alimentou-se gulosa da seiva, orvalho, água e ar;
até tornar-se:
Árvore terra
árvore vida
árvore amor
O verde é o seu vestido e
suas raízes acariciam o que há.
És uma espada de esperança
querendo tocar os céus onde já está.
O vento é seu tempo.
Árvore da vida.
És guardiã da natureza
e na noite Deusa.


19 comentários:

Crisfonseca disse...

Belas palavras, belo conto e ou poesia
Beijos,
Cris

Oliver Pickwick disse...

Um clássico. Sim, é um poema acadêmico, na melhor acepção desta palavra. Não parece escrito em 1980, mas, muito antes, o que, também, não deprecia, muito ao contrário.
E aqui, o auge: "...e o vento virou perfume..."
A sua inspiração privilegiada vem de tempos idos, velho Noslen!
Desculpe a ausência, mas a minha falta de tempo tornou-se crônica e progressiva.
Um abraço!

BIA disse...

Que lindo! Tão sensível e profundo!

Tenho um poema, que pode abraçar o seu, também escrito há anos atrás.

Também eu falo com a natureza...e sinto-a e escuto-a...

Você revela uma essência humana que cativa e enleia a minha, num simples piscar de olhos, o perfume dela, viaja e sobrepõe-se a oceanos, voa e espalha-se, contagiante, na respiração da natureza...

Abraço de peito aberto à poesia


BIA

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Graaaaande Noslen!
Nosso camarada Sr do Vale deixou a dica lá no Pântano Elétrico e vim aqui conferir que você foi mordido pelo bicho blog e a idéia de compartilhar emoções. Excelente!
Acabei de conferir suas postagens e tenho que lhe dizer que gostei muito de seus poemas de palavras e imagens e viagens e sons. Gostei, especialmente, de algumas muitas fotos tiradas por você, um mestre.
Vou colocar lá um link pra cá e você pode fazer o vice-versa, se o verso do inverso do teu nome te autorizar.
Abração e boa sorte.
Valeu!
ML

Helen De Rose disse...

Uma arvore da vida em plena frutificação...seu vento chegou aqui e me deixou toda perfumada....adorei, bjo.

Nanda Assis. disse...

lindas imagens... natureza é tema bom, sempre é.
bjoss...

camila disse...

Sim eu gostei. Alias... muitíssimo!
“-as pessoas dizem que sou louca por conversar com as árvores, mais louca quando com as pessoas”.
irei lembrar dessa frase sempre!
Beijo
=)

Aninha disse...

RJ 14h
Dia morno


"...loucura é não ser feliz.."

E seu poema é pura sensibilidade daqueles que amam a natureza e só podem ser felizes.

Sucesso!

Auréola Branca disse...

Renovação. A natureza sempre a lecionar para nós.

Como pode uma árvore tão robusta, grande, ameaçadora e dura, florescer belamente? Faz-me pensar em quantas pessoas guardam em si belas flores perfumadas, sem aparentar.

Gosto muito de receber-te em meus olhares. Muito mesmo.

Abraços carinhosos.

mariam disse...

..."amor de rio, de terra, de ar"
"vida"
"seiva, orvalho, água e ar"
"natureza"
"amor"...

bonita filosofia de vida (eu também ando a treinar à anos...)
a foto é linda!

bom fim-de-semana
um sorriso :)

Menina da lua disse...

Ser um com a natureza... simples e bonito.

Abraço

Deusa Odoyá disse...

oi meu estimadao amigo.
Obrigado por sua visita ao meu cantinho.
Espero que tenhas gostado.
.
Muito belo e sublime esse seu poema.
Nos fdala da mãe natureza, do sol da vida , do calor enfim.
da arvore, onde essa deusa encantada, nos traz tantas alegrias, lembranças , essências , onde nos fazem respirar novos dias.


Beijos e fique na paz.
Regina Coeli.

Nadezhda disse...

Muito bonito! Tanto o poema quanto à imagem.

Eu não tenho um contato tão direto com a natureza, mas um dia terei. Meu pai pretende terminar a vida em uma casa em alguma montanha. acho que o acompanharei por uns tempos ;)

Lyra disse...

Olá,

Chegou a atura de eu tirar umas férias :O)))

Entretanto deixei, no meu blog, um “presente” para todos os meus amigos. Espero que gostem!

Tudo de bom para ti.

Beijinhos e até breve.

;O)

Menina do Rio disse...

E brota o poema da alma, como a raiz na terra. Fecunda de palavras até que o broto rompe as entranhas...

Um beijo

Lyndiña disse...

Lindo texto moço
Bjim fica com DEUS
Ótima semana

mundo azul disse...

É uma bela homenagem à mãe Natureza!!!
Beijos de luz e uma semana feliz...

Sr do Vale disse...

"O vento é seu tempo"
Quando pela manhã há uma leve brisa, e o Sol brilha através nas gotas de orvalho, e os olhos captam essa atmosfera, aí o tempo para e da lugar a instantes de eternidade.

Valeu mano Noslen

P.S.: Agora é só engatar a primeira, e pegar a estrada.

BIA disse...

noc...noc...

Bate a saudade. Vem no vento perfumado. Nos esboços de algodão que se adivinham no céu...

Estremeço...

Arrepio...

E corro para o abraço


BIA