"INVERNO"

feita por mim


Hoje o frio me completa.

Nele minhas palavras são reprimidas, tímidas.

Aconchego-me no lar, lã.

E nele fico, só.

Tenho mãos tremulas e coração triste

tudo ao meu redor é torto.

Não lembro o que sonhei

nem fome, nem sei.

Tudo porque o sorriso partiu de seu semblante.

Foi engolido e digerido

da razão do mal que te fiz.

Foi engolido, digerido e defecado.

'Seu sorriso

que era motivo de

meu sorriso'

Não o tenho mais

Não te faço mais graça

Você não me vê.


Lua minguou.

O sol amanheceu com os pássaros.

Minha cama me joga para fora: vai trabalhar.

O espreguiçar animador, anima a dor da saudade.

Minhas maças continuam na fruteira sem sua boca.

Cheiro de café, só eu e minha xícara na mesa.


O sol cria reflexos doirados na cozinha.

Ouço passos atrás de mim

uma sombra me congela.

Meu coração bate forte.

Duas mãos fecham meus olhos.

Adivinha quem é?

Hoje não vou trabalhar!

14 comentários:

Nadezhda disse...

Gosto da chegada do frio. Ele vem sempre em boa hora pra mim, quando estou em sentindo bem, feliz. E o clima me dá uma sensação de vida nova (deve ser a mesma da primavera na europa).

;)

BIA disse...

Que lindo poema de tristeza e de esperança!

É interessante como você me faz sentir, que estou visualizando a sua casa, a sua mesa, a fruta...

Mais profundo ainda, projectar os meus sentimentos e sentir com você o que está sentindo...

É a força da poesia nas palavras...

É a nossa capacidade de evasão do nosso próprio ser, para abarcar o ser do outro, vestir a sua pele...

São coisas do coração. não necessitam de explicação!


Adivinhe quem é....


Abraço muito terno e uma retribuição profunda de todos os miminhos que me deixou!

BIA

Carla disse...

gosto do frio...quando oferece aconchego...apenas
beijos

mariam disse...

solidão, saudade, esperança... enfim...um mundo de sentimentos ... belíssimo texto poético!...

bom resto de semana
um sorriso :)

ah! respondeu a um bocadinho da minha questão "blog". obrigada.

por cá está muito calor... é verão!

Sr do Vale disse...

24 de junho Viva São João.

Viva mãos que te tiraram da solidão.

Aninha disse...

RJ 22h51


Lindo o seu inverno!!
Coincidentemente falei dele também no meu post.


Sucesso

Crisfonseca disse...

O frio é clássico, é romântico e frio srsrr
Bom final de semana
Beijos
Cris

Menina do Rio disse...

Esta imagem criada pelo teu olhar é deslumbrante, mas sinto falta do calor. Eu sou verão.

Fica o meu beijo

L.Reis disse...

...e assim se enche o enorme vazio das ausências...

O Profeta disse...

Hoje o Mar adormeceu na Aurora
O dia desponta em doce calmaria
Um barco cede ao embalo do vento
Uma gaivota na escarpa o ninho vigia

Hoje o Sol pintou de luz o verde
As hortênsias são nuvens na terra
Plantadas por um deus romântico
No sortilégio que esta ilha encerra


Boa semana



Abraço

Lyra disse...

Passo por aqui para te ler e reler, o que sabe sempre muito bem!

Aproveito para te desejar uma execelente semana.

Beijinhos e até breve.

;O)

Nanda Assis. disse...

amei, amei muito!
bjoss.

Oliver Pickwick disse...

Ora, ora, um final feliz. Ainda bem. Esta poesia cria expectativas, como num conto de suspense.
Um abraço!

Auréola Branca disse...

Que reencontro formidável! Imagino a alegria do autor ao ver sua saudade ir embora, com a presença do amor.

Lindo! Lindo!