"aquarela natural"



dá pra ver...

dá pra sentir...

o frescor quase frio

o bater do coração

de este ser de guarda-chuva na cabeça

E uma bicicleta na mão.




10 comentários:

SALVADOR disse...

Nelson, contacto amb tu a través de Bia (peito-aberto-pra-vida). La teva fotopoesia és un goig per als sentits.
Salut.
Salvador.

Senhora Loirinha Má disse...

O mundo pedalando na chuva e você aí, atrás da lente, atrás da janela, atrás da foto que vira poesia.

Katrina disse...

não sei andar de bicicleta

Eliana Mara Chiossi disse...

Esta foto, plena de poesia, é uma pintura.
Você fez lições de casa com a chuva.

Bjs

Tia Zulmira disse...

hummm por acaso essa foto é d e Caraguá...tá chuva? hehe... amazing!

Cαmilα ♥ disse...

Ai como amo chuva.
Frio tbm.


A foto ficou lindamente poetica.

Déia disse...

Vc acredita que sentí até frio!

Parabens pela foto e postagem!
bj

mariam disse...

Noslen,

Tanto tempo!!

Que bom aqui voltar... o blog está cada vez mais bonito e cheio de criatividade. Parabéns!

Adorei as imagens e as 'molduras' feitas de palavras são fantásticas.

um grande abraço e um sorriso :)
mariam

Cristiana Fonseca disse...

Olá Nelson,
quanto tempo não venho no teu blog.
Tudo continua com o talento único do teu olhar.
Lindíssima fotografia, uma obra de arte mesmo.
Belo texto.
Abraços,
Cris

Oliver Pickwick disse...

Rapaz, é uma aquarela mesmo! E, impressionista. Não sei como "tirou" estes "pincéis" da câmara.
Um abraço!