BELA


Li em tuas assas

a transparência da água

que mina de meu olhar apaixonado

de ti bela. Libélula.

9 comentários:

byTONHO disse...



Li Bela!

Luiza Maciel Nogueira disse...

muito bela li.

Publiquei seu comentário, espero que não se importe. Beijos

Audrey Andrade disse...

Uma delicadeza... uma mensagem de força...
Meu carinho!
http://pequenocaminho.blogspot.com

Sam disse...

ninfa desse vão aquático,
por entre rio de olhos e mata ciliar.
era de aquário,
transmuta-me no seu voo bailante!
pousando incrédula sobre as águas,
p.a.u.s.a.d.a.m.e.n.t.e.
fabulando o instante,
rasante,
de me tornar libélula.

Simples e belo!
Abraços, flores e estrelas...

Wania disse...

Nelson querido

A foto é perfeita!
A transparências das asas é incrível, não me movi ao apreciá-la com medo que ela voasse dali!



E as tuas palavras... belas!

Bjks

Berzé disse...

Vi Bela!
A poesia, ela, o blog...
Parabéns!
Berzé

Lara Amaral disse...

Cada vez mais linda a sua poesia para acompanhar suas imagens, e vice-versa.

Beijo.

Wilson Torres Nanini disse...

meu caro, se eu pudesse, derrubaria todas as igrejas (de paus, pedras e ideologias), porque Deus, de fato, em sua exuberância, mostra-nos o quão pequenos somos diante de imagens como essa.

Maravilha!!!

Remus disse...

Belas cores e excelente nível de detalhe.
Uma fotografia invejável.