3ª ARTE EM GRAFITE & POESIA

-------------------------------------------------------------esta foto 'do grafismo' foi tirada no beco da Vila Madalena

Lua abajur dos loucos.

Sol seu relógio dia.

Realidade e grafismo.

E no céu o azul

entre brancas chuvas futuras.

No coração do muro

a dor presente dos artistas

por amor ao lírio lirismo do passado.

Por favor, dirijam-se todos à saída,

A arte, única saída.

O sol realidade,

de noite a lua

seu reflexo poesia.



16 comentários:

BIA disse...

Noslen querido poeta da profunda e alta poesia...você retira lirismo da zona mais doída da vida!

Eu dirijo-me para a única saída!...Estou a caminho... Vou a caminho...


Abraço aberto ao seu - poeta do mundo e dos astros...

BIA

Oliver Pickwick disse...

Rapaz, garimpou um filão de arte em grafite! Jamais imaginei a lua como um abajur de loucos. É um daqueles versos raros como água mineral da Groenlândia. "Engoliu" toda a poesia.
Um abraço!

Nadezhda disse...

Eu sempre acabo gastando mais tmepo com as imagens do que com os poemas!

;)

Eliana Mara Chiossi disse...

Tá fazendo belas imagens com palavras...
Ando sentindo falta de você no Mundo.

Beijinhos

A garota do copo d'gua disse...

lindo poema! cheio de charme e sensibilidade...
merecendo destaque para o primeiro verso!
não é a toa que esses seres tão especiais e sensiveis são chamados também de lunáticos! que previlegio ter um abajur tao belo...

beijos amelisticos e uma otima semana! :*

Fabricante de Sonhos disse...

Olá!
Achei teu blog e não resisti...
Eu, fã de poemas, poesias e sentiemntos, me deparei com este...
Muito belo e expressivo.
Aliás, por aqui tudo é muito lindo e tocante.
Parabéns pelo blog!

Volterei, pois sei que velará a pena!

Beijo meu!

Fabricante...

Cαmilα ♥ disse...

"Lua abajur dos loucos"

Concordo demaisss!

BeijOs meus

Eliana Mara Chiossi disse...

Vamos bater papo?
Qual a próxima sessão de foto-poesia?

Beijos

Auréola Branca disse...

"Por favor, dirijam-se todos a saída..."
Mostre-me onde poderei entrar em sua arte. Mostre-me quais portas posso abrir de vc...
Abraços.

Poeta Mauro Rocha disse...

Ola!! "Nem alegre e nem triste, sou poeta"

Na verdade não estou triste, foi apenas exercicio literarário.

Um abraço!!

Poeta Mauro Rocha disse...

Belissimo poema!!

tossan disse...

Lua abajur dos loucos...Então é meu também. Muito bom o seu blog!
Abraço

Dos dedos
deste poeta
dedilham
acordes da poesia
que alberga a noite,
mesmo que a lua não apareça
mesmo que chova.
Abraço

L.Reis disse...

a arte de quem faz do mundo tela.

Rafaela Abreu disse...

Eu também quero sair por essa 'saída'...

Gosto dos teus poemas! Para mim eles trazem um 'q' dadaísta um tanto concreto.

Abraço!

Senhora Loirinha Má disse...

Na sala da noite
acendemos a lua
e no quintal plantamos
uma árvore num vaso
e riscamos os muros
decoramos cada limite
com a nossa imensa
insana arte.

Maria disse...

Noslen,
_________ BELO _______ .

este e os restantes poemas que eu ainda não havia lido (sorry minhas ausências...)

gostei muito :)

um grande abraço e o meu sorriso amigo :)
mariam